Era uma vez um outono…

DSC00324_thumb.jpg

…nos encontramos num abraço rápido… um enlace calmo, um encaixe natural de dois corpos estranhos que não se orientam, apenas se atrevem pelos vãos uns dos outros.
Nos investigamos em pequenos impulsos contidos… e, assim nos perdemos em meio a premissas sem promessas — ‘nos vemos depois‘ — e deixamos sorrisos como migalhas
pelo chão… que nem sabia direito dos nossos passos.

Mas ele não se foi completamente… ficou em minha anatomia, preenchendo-me como ninguém antes ousou fazer.

E enquanto caminhava pelas ruas da cidade — indo de um lugar ao outro, sem destino ou mapas que me orientasse — cada novo ser, que se tropeçava em minha geografia… me devolvia a ele.

Era uma vez um encontro…um momento, um sorriso fatiado e dois olhares bem acesos a refletir realidades em estado de colisão. Era uma vez uma premissa-promessa, feita ainda em meus tempos de menina ‘um dia você vai encontrar alguém e saberá imediatamente que encontrou o seu outono’…

Anúncios

16 comentários sobre “Era uma vez um outono…

  1. Mariana Gouveia disse:

    Foi por causa dos posts sobre o seu menino que a conheci, ainda lá no tempo do sótão.
    E fico feliz por perceber que o tempo é apenas um sopro do vento na história dos dois.
    E será para sempre sim.

    bacio

    • Lunna Guedes disse:

      Gosto da eternidade que existe dentro de um misero segundo, carissima.
      É sempre eterna e será…

      ‘foi, foi, foi… foi bom e para sempre será’… como cantou Gonzaguinha.

      bacio

  2. Blog do Óbvio - Manoel disse:

    Lunna, que bom que também passei por tudo isso. Gostei muito de saber a sua felicidade particular. E que delícia encontrar em seus comentários as palavras do grande mestre Gonzaguinha.

    Adorei esse post,
    🙂
    bacio,
    Manoel

  3. Lua Nova disse:

    Uau, deu para percorrer cada pedacinho dessa história e com direito a trilha sonora.
    Amei… que seja como na música ‘para sempre será, mais, mais mais, maravilhosavamente amar’.

    Beijos!

  4. manuela disse:

    Tão lindo Lunna… que delícia… que verdade bonita… que seja eterno, como já disseram… que seja para sempre… como gosta… na fração dos minutos.

    um abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s