2. As pessoas tristes não sabem soluçar

“Um homem se propõe a tarefa de esboçar o mundo.
Ao longo dos anos povoa um espaço com imagens de províncias,
de remos, de montanhas, de balas, de naves, de ilhas, de peixes,
de habitações, de astros, de cavalos e de pessoas.
Pouco antes de morrer, descobre que paciente labirinto de linhas
traça a imagem do seu rosto”

 Jorge Luís Borges

Caríssima T.

 

…a noite finalmente desliza por cima do meu olhar. Um avião cruza o céu enquanto eu me perco em direções intimas. Acompanho seu vôo até onde o meu olhar alcança e, recordo que amanhã começo tudo de novo… hoje, no entanto, apenas antevejo esse ensaio de vida e morte – morte e vida.

Queria amanhecer dentro do dia seguinte para não ouvir os sons que irão aterrissar em minha derme logo pela manhã. Não gosto de festa… de bolos e velas, de pessoas em pares — acho tudo cansativo demais. Prefiro envelopes, folhas em branco, calçadas, cantos da casa, da alma, da pele…

Para amanhã escolhi um filme recente… não quero visitas, nem palavras ou afagos. Quero a mim mesma, no fundo do espelho, no porta-retrato, na página da agenda, do livro. Quero a porta fechada… o silêncio dos meus pensamentos e um ensaio de ingredientes na cozinha.

No fim do dia — na última hora — quero apenas a minha voz — esse eco a dizer: “feliz ano novo” e pronto: começarei tudo de novo…

Acenderei uma vela e acompanharei a chama até o fim e enquanto oscila-inflama-vibra… escreverei um punhado de linhas e farei meu pedido. Não é segredo, é o mesmo de sempre…

Ah! Você não sabe: eu não apago velas, minha cara… considero um estranho ato. A vida quando se apaga: acaba. Certo? Por que haveria eu de apagar a minha própria chama se tenho imenso apreço por ela?

Bacio

Anúncios

6 comentários sobre “2. As pessoas tristes não sabem soluçar

  1. Lua Nova disse:

    Essas suas cartas me matam, mesmo com toda essa sua linda poética. Que maneira mais linda de narrar a si mesma. Adorei, mas queria tanto saber quem é T. – conte. conte.conte.conte

    beijokas e mil felicidades.
    Hoje é o seu dia e, quer saber, você só poderia mesmo ser sagitariana.

  2. Sandra Cajado disse:

    Missivas que encantam e nos puxa para dentro. Para os mais profundos pensamentos. Um passeio lento onde os pés não alcançam mas meu olhar sim. Fã suspeita é o que sou e sempre serei,você sabe disso! Feliz aniversário mais uma vez. Letras, cores e flores pra ti ,minha cara italiana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s