o verbo para este ano {novo}

livros artesanais, autora e editora, scenarium
Autora e Editora da Casa Scenarium livros artesanais

…sempre gostei imenso de conjugar os verbos em seus diferentes tempos. Desaparecer sempre foi o meu favorito dentre tantos no idioma local. Outro que me aquece os lábios é desfalecer, acho o fim a coisa mais perturbadora que o universo inventou.

No inglês e no francês há outros tantos verbos que lustro e digo em voz baixa apenas para que eu possa ouvir-sentir aquele reverberar silencioso-ameno, feito outono nas árvores e voos de pássaros sob o mar.

E eu decidi ali na virada do ano, enquanto os fogos espocavam nos céus e eu fingia ouvir as falas ao meu redor… que gostaria que 2018 superasse 2017… nas conquistas, mas, sobretudo nos fracassos.

Foram tantos discursos inflamados, tanta culpa atribuída ao outro e nunca a si. Tanto ódio disseminado em falas equivocadas. Pedras atiradas. Raiva multiplicada… tantos versos conjugados sem cuidado. Tudo isso consumiu um bocado de energia e nos deixou um tanto mais distante desse lugar que somos.

Por tudo isso… quero o verbo SER tatuado na pele ‘por dentro e por fora’… para que no final do ano, após percorrer doze capítulos de vida, no último dia… último estourar de rolhas — eu possa sorrir a certeza de que eu fui capaz de SER mais…

Quero, contudo, que o tempo não seja tão arredio e não se vá tão depressa… em sua marcha de ponteiros e calendários. Quero viver mais devagar e experimentar pausas porque se tem uma coisa que eu aprendi nesses anos de vida e morte é que o tempo da espera é precioso-essencial-necessário. O chá só fica pronto depois que a infusão se completa, nem antes e nem depois.

Portanto, para SER mais… é preciso um bom livro, uma excelente música, um bom punhado de idéias malucas na cabeça, uma xícara de chá-café, sorrisos, lágrimas, chuva no fim do dia, noites mais longas, dias mais curtos e caderno novo… cada sim e cada não. O abraço que chega e o que fica pelo caminho. A mão que aquece a outra. O olhar que ilumina o outro. O projeto que surpreende e aquele que não foi possível acontecer.

Todas essas pequenas coisas cabem dentro desse verbo… com o qual fiz um pacto: conjugá-lo na primeira pessoa do singular todos os dias, na primeira hora (meus ponteiros são outros, não anunciam manhãs-autoras, apenas crepúsculo-breu-noite…

E desejá-lo na terceira pessoa do plural: ‘que sejamos mais’…

Anúncios

15 comentários sobre “o verbo para este ano {novo}

  1. obduliono janeiro 15, 2018 / 14:15

    Texto que já é mais-demais! Também quero que sejamos mais. Eu – quero ser mais. Eu diria que já sou um Serial Ser…

    • Lunna Guedes janeiro 23, 2018 / 14:26

      Eu tenho paixão pelo verbo SER.. foi um dos primeiros que a aprendi a conjugar e sentir.
      Me lembro que estava ali no Vale do Anhangabaú (sofro com essa palavra até hoje) e começou a se formar uma tempestade de verão, com nuvens densas e ventos fortes. As pessoas corriam e eu lá parada a olhar a realidade, os espaços, os lugares. Começou a chover e eu fechei os olhos ‘eu sou o que sou e sempre serei’ nas entrelinhas ‘uma tempestade’. rs

      Sejamos meu caro, o que somos!

  2. kimberlycamfield janeiro 16, 2018 / 13:52

    Que texto mais lindo! Você escreve tão bem que quando acabou ainda queria continuar lendo.
    Que nesse ano todos nós possamos ser mais em tudo. Mais gentis, mais pacientes e mais nós mesmos. Eu inclusive já tenho a minha listinha de verbo/ações para esse ano, que até mencionei no meu blog, e seria: aceitar, agradecer e melhorar. E agora, depois desse texto, ser também ❤
    Beijoos

    • Lunna Guedes janeiro 23, 2018 / 14:23

      Eu acho que já lhe disse que sempre que visito o seu blogue, saio de lá com a sensação de que pensamos igual… já li vários posts onde eu fiquei um tempo a mais, conjuguei verbos seus e sorri. Quero mais.

      Bacio cara mia

  3. Monique Dieli Chiarentin janeiro 16, 2018 / 13:58

    Que lindo seu texto!
    Realmente, espero que sejamos mais e que possamos fazer mais coisas boas nesse ano que se inicia. Que possamos conseguir conjugar os verbos com cuidado para que não se semeie o ódio e que esse ano seja ótimo para todo mundo!

    Amei seu post ❤

    Beijos

    • Lunna Guedes janeiro 23, 2018 / 14:21

      Que bom que gostou do texto Monique, foi bom escrever algo leve e ao mesmo tempo tão intenso sobre o que penso nesse momento em que tudo parece além de mim, sabe? A realidade anda meio chatinha… rs

      bacio

  4. Mariana Gouveia janeiro 16, 2018 / 20:23

    Que sejamos!

  5. Retipatia janeiro 18, 2018 / 15:46

    Sempre que começo a ler um texto seu, me perco no espaço-momento em que estou. Porque toda minha atenção é delas, das palavras. E esse foi um dos melhores textos de ano novo que li. Reflete muito do que senti em 2017, entre apontares de dedo, culpas e uma montanha russa de sentimentos. Mas que foi também uma busca intensa por esse pequeno verbo de apenas três letras mas que comporta o infinito nele.
    Adorei as palavras e, em especial esse pequeno pedaço: “O chá só fica pronto depois que a infusão se completa, nem antes e nem depois.”. Sem mais, sou adoradora de chás.
    xoxo

    • Lunna Guedes janeiro 23, 2018 / 14:17

      Temos algo em comum… também adoro chá e o tempo de espera que leva para que fiquem pronto.
      É tão maravilhoso se permitir essas pausas.

      bacio

  6. Bia Perez janeiro 21, 2018 / 5:05

    Adorei o texto. Parabéns. Sejamos todos … Abs

  7. scrocateli janeiro 23, 2018 / 16:08

    Que texto mais lindo, as palavras fluem de forma muito prazerosa de se ler. Ótima reflexão para esse novo ano.
    Quero ser mais e fazer mais coisas por mim esse ano, que ser de menos eu já fui muito.

    Beijo

  8. Marcinha Nunes janeiro 31, 2018 / 16:29

    O verbo ser realmente é essencial em nossa vida principalmente no tempo presente mas não devemos usá-lo com soberba querendo se mostrar melhor que outros dizendo Eu Sou mais ou melhor …que nesse novo ano 2018 sejamos mais amorosos mais humildes e sejamos mais humanos com o próximo…parabéns pelo texto bjs

Pronto para o diálogo? Eu estou (sempre)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s