Beda |6 on 6… as cores da manhã!

Recentemente me perguntaram: que cor tem as suas manhãs?  levei um susto e me calei porque sou uma pessoa notívaga, que aprecia as sombras e o breu… e fecha os olhos varias vezes ao dia… para anoitecer dentro.

Fiquei com a pergunta em mente e me lembrei de que no outono-inverno, as cores são outras, portanto, as manhãs também.

DSC_0135

— as primeiras horas do dia, da manhã. A janela aberta e nós dois a tagarelar as coisas da vida… daqui a pouco a gente segue pelos caminhos da cidade. Mas, enquanto isso, permanecemos aqui, entre lençóis, com pijama xadrez e os pés enfiados em meias. Mais meia hora… antes que o relógio cante as suas horas de sempre e tudo comece para valer!

dsc_0041

— abrir as janelas pela manhã. Deixar entrar a luz do sol. Perceber a realidade… essa eterna tela de Hopper, com suas muitas janelas, recortes de nada. Dentro e fora. Luz e sombra. Todos os contrastes de vida-realidade. O que chega… e o que fica pelo caminho.

dsc_0021

— ir a rua e apreciar a realidade de uma manhã em plena segunda-feira. Tudo é rotina pelo caminho. O cinza-asfalto. O verde-das-árvores. O roxo-da-florypê. As pessoas em seus movimentos de vida… 

dsc_0003

— enquanto caminho repito dentro, os versos do último livro lido (ARIEL, de Sylvia Plath) — ‘o membro em febre, o pecado, o pecado /  Crepita a chama / O indelével aroma / da vela apagada!” — eis que enquanto persigo os desenho da cidade, uma folha se desprende do alto da árvore e pousa aos meus pés, no meio do caminho. Abaixo e a levo comigo. 

dsc_0271— centro velho Paulistano e suas muitas figuras mortas-envelhecidas. Fotografia do ontem-hoje-amanhã. Cenário de filmes. Cópia de outra vida-mundo-realidade. Aqui se pode respirar o cheiro de mofo-antigo-nublado a qualquer hora-momento do dia-semana-mês-ano. Mas, até quando? 

dsc_0337.jpg

— alamedas com nomes de pássaros. O café entre esquinas. E no meio do caminho… o outono mostra seus tons de vida-e-morte. 

 


Claudia Leonardi  | Fernanda Akemi  |  Maria Vitoria
Mariana Gouveia Mari de Castro Obdulio Nuñes Ortega |


 

beda interative-se

Anúncios

14 comentários sobre “Beda |6 on 6… as cores da manhã!

  1. Cilene agosto 6, 2018 / 18:22

    Adorei suas fotos e suas cores!!! A foto do centro velho, me trouxe lembranças da melhor época da minha vida. De quando eu trabalha no centro de São Paulo, praça da Sé com seus prédios velhos mas lindos.

    • Lunna Guedes agosto 13, 2018 / 23:39

      Que delícia deveria ser trabalhar naqueles prédios antigos. Eu adoro todos eles, passo por lá sempre com os olhos no alto a apreciar os detalhes.

      bacio

  2. Fernanda Akemi Pedotte agosto 6, 2018 / 19:14

    Lunna, suas fotos estão um arraso! E o texto sempre me trazem uma sensação tão boa. Amo!!
    Imagens do centro sempre acho tão lindas e sempre me lembram da minha nona, que desde sua chegada da Itália, viveu lá.

    bjs

    • Lunna Guedes agosto 13, 2018 / 23:38

      Ah que delícia saber que tua nonna viveu na Itália, eu vivi por lá até os meus 14 anos, depois me tornei nômade e vivi por aí, pelo mundo. Agora estou cá… rs

      bacio

  3. claudialeonardi agosto 6, 2018 / 22:04

    Que fotos lindas
    Estas manhãs são aconchegantes…adorei a luz e as cores
    As legendas ótimas, como sempre
    Já fui muito da noite, mas hoje sou completamente solar, dia.
    Bacio, Carissima

  4. Mari de Castro agosto 6, 2018 / 22:16

    Coisa boa é acordar junto ao amor, aqui em casa também tenho este privilégio, lindas fotos da rua em uma manhã rotineira!Bjs.

    • Lunna Guedes agosto 13, 2018 / 23:37

      Grata carissima, que bom saber que somos crias da noite.
      bacio

  5. Anália agosto 7, 2018 / 9:17

    o centro velho e as folhas no chão chamaria de preferidas. Amei cada detalhe de seus registros.

  6. Luana Souza agosto 8, 2018 / 22:11

    Suas fotos são sempre lindas e cheias de significados, Lunna! Adorei todas, mas a minha favorita foi a segunda; está tão aconchegante *-* adoro acordar de manhã e já ir abrindo as janelas, vendo como está céu e começar a pensar no meu dia.
    beijos.

    • Lunna Guedes agosto 13, 2018 / 23:36

      Também gostei imenso da segunda e eu só me dei conta do quanto, ao ver na tela do notebook, tirei com o celular e nem vi que a fumaça do vaporizador criou esse efeito de nuvens. rs

      bacio

Pronto para o diálogo? Eu estou (sempre)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s