21 | ao inverno, em mãos…

 

Meu caro inverno, por onde andou? Suas visitas foram tão breves. Desde junho que você diz que vem… e fica pelo caminho. Não sei em que paragens. Mandou o amigo vento nos primeiros dias, algumas nuvens, pintou algumas segundas de cinza. Mas, a maioria de seus dias foram azuis. Quase não choveu. O senhor me deve trovoadas. Assim mesmo, no plural. E não adianta dizer que pedirá a Primavera. Não se atreva. E me deve igualmente, algumas tempestades porque Maio foi tão silencioso que eu nem o ouvi chegar. Só soube da presença dele, pelo calendário. E o senhor, meu amigo, sabe muito bem o quanto me incomoda ter que consultar esses papéis com marcações diárias-humanas. Fico perdida. Fora do ar. Desabrigada. Meu corpo-alma-casa não se entende com essas resoluções manuais.
Ah, meu caro… senti falta de seus sopros gelados, dos pés enfiados em meias, dos braços protegidos por blusas de lã, pratos de sopa, taças de vinho, xícaras de latte… e o corpo abrigado embaixo de grossas cobertas. Quem foi que lhe roubou de mim? Mal entrava pela porta… sem malas e fugia pela janela. Parecia um menino a praticar travessuras. E justo comigo que lhe tenho tanto apreço, meu amigo. Sua presença faz a refeição mais saborosa. A realidade mais tolerável. É tão fácil existir-Ser na sua companhia. As cores ficam mais agradáveis e as palavras correm para o papel com tamanha facilidade.
Ah, e eu gosto imenso de apreciar a fumaça que salta dos alimentos e aquece o corpo em pequenas colheradas… uma depois da outra. De enroscar-me no outro. Segurar xícaras aquecidas entre as mãos e sentir aquele velho-conhecido aconchego infantil que faz feliz a adulta que sou.Saibas que fez falta por aqui… o procurei a cada amanhecer, ao abrir a janela e dar pelo sol e sua estranha insistência em dourar a paisagem. Ao anoitecer, quando ao fechar a mesma janela não encontrava sua presença-rastro. Os dias não estavam tão quentes, mas também não estiveram frios.
Espero que no próximo ano, você venha… e fique mais tempo comigo. Esperarei por ti, como todo ano. Em junho, certo?

 


maratone-se grupo interative-se

Anúncios

12 comentários sobre “21 | ao inverno, em mãos…

  1. Cilene Mansini setembro 21, 2018 / 21:07

    Pois é…cadê o inverno? Também esperei ansiosa por ele e teve noites que dormi até de janela aberta pois o calor estava imenso. Me lembro quando era criança e tinha as ferias de junho/julho, como era frio de congelar e como eu adorava ficar no sofá com o cobertor e tomar a gemada fumegante que minha avó me fazia.
    Espero que ano que vem ele venha com mais força…mas ultimamente ele anda fracote.

    Beijos

  2. Tá Lendo setembro 22, 2018 / 8:06

    Amiga vamos deixa-lo de lado!!! Quem sabe ela, (a primavera) se faça presente…
    Abraços..

  3. obduliono setembro 22, 2018 / 14:04

    O nosso inverno tem essa personalidade fugidia… Estranho personagem, que se recolhe em si mesmo.

  4. Juliana Sales setembro 22, 2018 / 17:46

    Pois é, nosso amigo inverno também anda a fugir de mim tem alguns anos. Suas visitas tem sido breves e sem a impetuosidade de antigamente. E olha que eu tenho por ele imenso carinho e aguardo todos os anos ansiosamente por sua visita. Sinto falta do aconchego que ele traz consigo.

  5. ana claudia de angelo setembro 25, 2018 / 10:29

    Lendo suas palavras, aprecio com mais facilidade o inverno! Em verdade, gostaria de poder apreciar mais, até mesmo pelo fato de viver em região serrana! Inverno para mim simboliza abraços, enrolar-se em cobertas, silêncio, Tv, canecas de café… Este ano fiz pouco! Infelizmente! Costumo dizer que onde moro aprecio muito a chegada da primavera também! E está linda!
    Beijos!

  6. Retipatia setembro 27, 2018 / 16:39

    Minha cara Lunna,

    Quando receberes resposta do nosso amigo Inverno, por favor, informe-me de pronto. Estou a imaginar mil coisas que podem ter-lhe acontecido, como estar entrevado em uma cama por causa de um resfriado forte ou, quem sabe, algo pior, causado talvez pelas investidas que o impaciente Verão costuma fazer. Não sei se é de seu conhecimento, mas a cada ano que passa, Verão se acha mais dono do mundo e quer esquentar tudo a todo tempo. Aliás, Tempo também anda sumido, pelos rumores que chegaram à mim, pela Senhorita Primavera (muito assustada e desajustada de seu próprio ciclo, preciso ressaltar), descrevendo que ele anda muito com Verão e que se derrama a todo e qualquer pedido que lhe é feito por aquele. Não preciso nem elencar quais transtornos podem advir dessa preferências que o Tempo vem a demonstrar…
    E, se possível, caso envie nova missiva ao nosso amigo Inverno, diga-lhe também que eu renovo os votos de eterna saudades das meias grossas, chocolates quente, cobertas mil na cama e aconchego que só ele traz ao peito.
    Agradeço se puder ser nossa intermediadora, estarei no aguardo de mensagens suas, até o próximo junho…

  7. Analia Boss setembro 28, 2018 / 20:30

    O inverno nos abandonou. Será? Oh céus… Eu sou amante do inverno. Me dá vontade de ler livros e tomar café rsrs’… Já faço isso em dias quentes, que dirá!
    Bela cronica querida.
    bjo

  8. Patricia Monteiro setembro 30, 2018 / 11:00

    É verdade, esse ano o inverno teve uma passagem tímida, o que é uma pena pois é a minha estação preferida. Realmente parece que tudo fica mais bonito no frio, a vida fica mais agradável, os dias são mais suaves. Torço pra que ano que vem suas visitas sejam mais longas, vou aguardar ansiosa, como faço todo ano 😊

  9. claudialeonardi setembro 30, 2018 / 21:27

    Carissima
    Eu amo o inverno e ainda acho que foi menos tímido que ano passado…
    Adorei seu post, ele traduz o aconchego desta estação tão deliciosa
    Bacio

  10. Belle outubro 1, 2018 / 13:55

    Olá!
    Parabéns pelo texto, adorei!
    Inverno passou tão rápido. Mas sabe, até que consegui aproveitar um friozinho por aqui (e é uma pena que já foi embora 😦 )
    Beijinhos e boa semana ^-^

Pronto para o diálogo? Eu estou (sempre)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s