Abril, o mais cruel dos meses!

dsc_0039

Eu nunca tive para com Abril uma relação próxima… sempre foi uma espécie de caminho do meio… para se chegar a maio — um dos meus favoritos no calendário, desde a infância. Justamente por suas sonoridades peculiares — o mês das trovoadas.
Sempre tentei relacionar os meses do ano a qualquer coisa minha — para facilitar a convivência, mas nem sempre funciona. Um ou outro mês acabava em suspenso, a deriva — o suficiente para eu me perder dos dias e suas estações inquietas.
Abril, por exemplo, passou a pertencer a Eliot… depois da leitura de seu poema The wast land — e só.
Como nasci invertida… Abril era o mês da primavera-flores-cores-aromas. A época favorita de C., que gostava de sentir o cheiro da flor de laranjeira no quintal de casa. Enquanto eu me aborrecia com o prolongar gradativo dos dias e as noites cada vez mais curtas. Desse lado do atlântico, no entanto, é outono… e, por mais que eu goste dessa estação — ela não pertence a Abril… não combina. Simplesmente não acontece em minha matéria.
E mesmo assim, os dias estão mais curtos… ainda quentes. O outono — estranhamente — foi pontual… chegou na data e horário marcados, expulsando sem cerimônia o verão mais chuvoso dos últimos anos. As noites estão mais frias-escuras e o entardecer acelerado… perfeito para ler poemas em páginas.
Eu fui à prateleira e voltei com Al Berto… que me arrancou o fôlego com um de seus poemas — não nos conhecemos nunca — e tamanho foi o desassossego que precisei escrever ao poeta…

.

 

|  clique aqui para ler a missiva  |

10 comentários sobre “Abril, o mais cruel dos meses!

  1. obduliono abril 10, 2019 / 18:03

    Eu, igualmente, nasci invertido, mas não sei da forma que coloca. Da mesma maneira, me sinto um estranho no tempo – tanto o cronométrico, quanto o climático. Acho mesmo que fui gerado no País errado (no duplo sentido). O mais fascinante é que você tenha escolhido estar aqui. Talvez saiba porquê, talvez não… afinal “não nos conhecemos nunca”…

  2. Ale Helga abril 10, 2019 / 19:45

    Já abril para mim é um mês perfeito, mês em que me tornei mãe!!! Não há sentimento ou melhor palavras que possa explicar…
    Abraços

  3. mariel abril 12, 2019 / 21:07

    Setembro. Gosto da sonoridade, da eloquência, do ar decidido e pronto.

  4. Juliana Sales abril 13, 2019 / 18:31

    Eu gosto de abril. Na realidade, gostou do intervalo entre março e junho, justamente pelo outono, minha estação preferida. Essa sua sensação incômoda em relação a abril, eu sinto em agosto. Não acho que chegue a ser um mês cruel, mas é meio… não sei, apático, demorado, cansativo.

    • Lunna Guedes abril 14, 2019 / 12:51

      Eu adoro o Outono, mas a simbologia de Eliot ao dizer ‘abril é o mais terrível dos meses’ é justamente por causa da dança das estações do ano. Ainda é frio, mas a vida aos poucos vai se aquecendo com as cores da próxima estação. Mas é difícil e o poema é lindo. rs
      Também tenho dificuldades com agosto desde que me mudei para São Paulo.

      bacio e bom domingo

  5. banshuutv abril 13, 2019 / 22:04

    Maio é o melhor mês do ano – até porque é o mês do meu aniversário kkkk – e estou ansioso para que ele chegue. Abril tá sendo um mês bem calmo, tirando o fato de que eu ainda não comecei uma nova leitura e tenho que fazer isso rápido ❤❤❤

    • Lunna Guedes abril 14, 2019 / 12:47

      Conheço poucas pessoas nascidas em Maio… é um bom mês para se nascer, mas eu prefiro novembro, rá…

  6. Luana Souza abril 14, 2019 / 23:14

    Sim, sim, sim, apenas sim! Eu estava confiante de que abril seria um mês incrível, mas, olha… não vai dar não. Eu não fui produtiva, não li direito, o friozinho que eu estava esperando não chegou, e minha ansiedade cresceu demais. Está sendo um mês estranho, sabe? Como se todos os que vieram antes estivessem me preparando para refletir sobre o que sobrou de mim. Eu estou bem confusa! Mas estou tentando fazer as coisas ficarem bem de um jeito ou de outro…

  7. Patricia Monteiro abril 15, 2019 / 9:05

    Eu também tenho essa sensação de abril ser um mês de meio do caminho. Ele é o mês que inicia o outono mas ainda nos traz dias com cara de verão, o friozinho não dá as caras…pra mim é um mês meio sem sal, só gosto porque ele marca (pelo menos teoricamente), o fim dos dias de alto calor (que eu detesto). E infelizmente o abril desse ano está sendo particularmente cruel com minha cidade. O sofrimento no Rio de Janeiro nesses dias entristeceu meu coração.

Deixe uma resposta para Juliana Sales Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s