6 on 6 | cores

Eu não tenho apreço pelas cores… primárias-secundárias ou terciárias. Gosto imenso da ausência de luz. Dos borrões que misturam todas as formas e nos obrigam aos outros sentidos. Ocasionalmente eu fecho os olhos para ver dentro — escutar as batidas do cuore. Sentir através do tato — são outras formas de ver. Mas não nego, tampouco recuso a beleza dos tons.

1

1 — sinto falta das venezianas pelas manhãs. Aquele movimento de deixar entrar as cores, os sons, os aromas e a luz da manhã. Eu gostava imenso de fechar os olhos e sentir o lugar na pele, por dentro. Quando passo por certas paisagens paulistanas, como essa (viaduto conselheiro furtado) repito o velho ritual… e o click da câmera do celular se transforma em veneziana.

4

2 — São Paulo ficou conhecida como cidade cinza, selva de pedra… e eu me lembro da primeira vez em que estive aqui. Me assustei com as formas. Não era um grande borrão a céu aberto. O que eu vi foi uma grande confusão de cores.

2

3 — As melhores cores ficam dentro… da cozinha, ao alcance das mãos…

3

4 — E quando misturo as cores… combino ontens. Tudo que eu trago dentro se esparrama pela mesa e as mãos moldam futuros que serão levados à mesa numa espécie de daqui a pouco.

5

5 — A cor de um bolo de cenoura com cobertura de chocolate pressupõe cor-sabor… uma brecha no tempo, um fim de tarde e as coisas do mundo-vida deixadas para depois.

76 — ah, nós dois… mistura de cores-aromas-temperaturas!

 


Ale HelgaDarlene Regina —  Lucas Buchinger
Mariana Gouveia — Obdulio Nunes Ortega


Publicado por Lunna Guedes

lunnaguedes... sagitariana. degustadora de cafés. uma flecha em voo rasante. colecionadora de silêncios. não gosta de fazer compras. detesta dias de sol. ama dias de chuva. não aprecia o verão tropical. ama o outono em qualquer lugar. escreve por escrever somente. seu único compromisso é com seus abismos, onde salta para sentir a sensação de queda, sem pouso. adestradora de pretéritos e desafiadora de futuros... a direção na qual a ponta do grafite avança. sabe que seus escritos são obras inacabados... nunca prontos. ponto final é uma coisa incompreensível. gosta de vírgulas e exclamações.

15 comentários em “6 on 6 | cores

  1. Me deliciei em sua core, bambina… mas, confesso que me lembrei da cor morna e deliciosa de seus abraços e do cheiro do pão a invadir os corredores…

  2. Antigamente, antes de frequentar São Paulo, eu achava que ela era uma cidade cinza mesmo, e até mesmo melancólica. Mas quando conheci e passei a frequentar, vi que estava totalmente errada. Sp é uma cidade tão viva e tão cheia de cores *-*

  3. Gostei da sua forma ao se referir a São Paulo. Eu confesso que a primeira vez em que estive lá, fiquei supresa de olhar para os lados e me deparar com essa ausência de cores. Mas, é uma cidade linda.
    São Paulo é sempre um convite!

  4. A última foto ganhou de todas, todas, a mais linda!

    Eu gosto de cores, gosto da mistura e também gosto da ausência. Gosto tanto de cor que gosto até de quando parece que não tem. Cores complementares são minhas favoritas. Cores na cozinha acho gostoso demais de ver e provar, é um lugar onde cor é sempre, sempre pertinente!

    Amei suas fotos e o tema!

  5. Ah, eu já gosto de cores, da mistura, do destaque, cores vivas ou esmaecidas, todas me encantam… mas a ausência também me atrai. Amei a relação feita entre cores e alimentos, afinal elas também são o ponto alto de um prato, podem fazer abrir o apetite quando bem combinadas. E o que dizer da última foto? Pintada com as cores mais lindas!

  6. Senti uma nostalgia tão gostosa lendo seu texto e as suas fotos… Engraçado que nunca conheci São Paulo, mas senti como se conhecesse, suas palavras e imagens me deram essa sensação. Obrigada por essa leitura tão gratificante!

  7. Aquele post que mais parece a página de um diário com fluxo de ideias. Cada uma das fotos parece ter um verdadeiro significado pra você! Essa das cerejas está uma graça, mas a última é tão linda e feliz que é uma das melhores do post ❤

  8. Que saudade eu estava sentindo de 6 on 6. Você como sempre me transportando ao lugares com seus textos. Quase ouvi o som do trânsito no viaduto daqui. Esse viaduto é uma parada obrigatória toda vez que vou a São Paulo. As outras fotos estão lindas também, mas essa última tá espetacular!

    Bacio

  9. Eu to amando tanto participar desse projeto ❤️Amei cada uma das fotos. O tema desse mês foi bem legal e um dos que eu mais amei fazer

  10. Amoooo bolo de cenoura.. Deu vontade de comer ao ler o post!
    Moro na região serrana do RJ e admito que quando os dias estão muito cinzas e chuvosos como o desta semana me bate um desânimo de fazer as coisas. Eu não gosto de calorão, mas gosto de dias sem estar chovendo. Quando abre o sol depois desses dias, parece que tudo muda.
    Beijos

Pronto para o diálogo? Eu estou (sempre)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: