8 curiosidades sobre o meu mundo literário…

Acho que todo leitor tem suas peculiaridades… que viram segredos, partilhados apenas com um ou outro leitor (vez ou outra) durante um passeio numa livraria ou uma sentada num café para discutir — entre goles — aquele livro comprado recentemente… e que todo mundo está a ler. Mas ele ainda não… porque tem leitores (como eu) que não se misturam — pausa para o riso —, e, portanto, não lê os livros mais lidos do momento.

Enquanto todo mundo estar a ler os ‘cinquenta tons‘… estamos a revirar as prateleiras das livrarias que frequentamos — e onde somos conhecidos e reconhecidos —, em busca de um livro abandonado ou que, em outrora, figurou entre os dez mais lidos de alguma revista (super especializada no assunto) e, acabou esquecido…

Mas, quando o livro é realmente bom, depois que a onda deixa a praia e retorna para o mar… ele permanece. São os famosos clássicos da literatura.

Ops! Parece que revelei uma curiosidade sobre a minha vida literária… restam apenas sete? Então vamos lá para a minha lista de curiosidades.

1 — Nunca li e sei que nunca irei ler: Ulisses… ok. eu tentei: seis vezes. Foi o meu primeiro fracasso literário. O Senhor James Joyce que me perdoe, mas essa história não é para mim.  Assunto encerrado! Próxima vida — ops… eu quis: dizer livro.

2 — Não sinto vontade alguma de ler: os livros escritos pelo senhor John Green… até comecei a ler um deles (a culpa é das estrelas) por insistência de uma amiga que o tinha lido e se sentiu a própria Hazel Grace Lancaster.  Detestei… fim!

3 — Uma indicação recorrente: a elegância do ouriço, muriel barbery… já perdi a conta (mentira, nunca contei) e não faço idéia da quantidade de vezes que o indiquei. É um daqueles livros que te surpreendem da primeira à última página-cena. A trama é muito bem amarrada e você quer que acabe para ver como todos os personagens vão organizar sua realidade… mas, é preciso guardar um pouco de fôlego para o desfecho.

4 — Último livro que li: Aqui de dentro, Sam Shepard… que foi o último livro escrito pelo autor (que era ator e atuou em algumas dezenas de filmes). Publicado pós-mortem… eu o descobri ao ler um artigo escrito pela autora/cantora Patti Smith, que assinou o prefácio. A história me desorganizou por inteira durante suas duzentas páginas… e assim que acabou, precisei me virar com a bagunça deixada.

5 — Leria de novo e de novo e de novo: eu tenho uma enorme lista de livros aos quais recorro quando preciso de boa literatura: o primeiro nessa lista é: orgulho e preconceito, de Jane Austen… Irmãos Karamazov, de Dostoiévski é o segundo… e é melhor parar por aqui. Não… vou contar qual é o terceiro porque prefiro números ímpares: Diário Intimo de Henri Frederic Amiel (ma-ra-vi-lho-so)… nunca vai para a prateleira. Outro que vai e volta é Orlando de Virginia Woolf e Linha M, de Patti Smith…

Eu avisei que a lista era grande…

6 — Autores que chegaram e ficaram na pele-alma-memória: Jane Austen, Isabel Allende, Susan Sontag, Patti Smith, Erling Kagge, Agatha Christie, Mariana Gouveia, Adriana Aneli, Anna Clara de Vitto — não vou citar os poetas ou não acabo esse post hoje.

7 — Todo mundo gosta menos euO cemitério de Praga de Umberto Eco… a trama não me convenceu, o personagem Simone Simonini, tampouco. São 480 páginas que se transformam em quatro mil porque parecia que estava a ler uma tese de doutorado cheia de detalhes irrelevantes.  Eco para mim é um romancista razoável e só…

E para finalizar (só mais um detalhezinho) porque todo leitor recebe em algum momento uma indicação de leitura. Basta te ver com um livro em mãos que o outro leitor sente cócegas na ponta dos dedos, nos olhos, na alma e saca a pergunta: “você já leu tal livro?”. 

Eu me acostumei a sorrir e acenar nessas horas… porque não gosto de indicações e acho que livro é igual religião: cada um tem a sua preferência. E eu tenho consciência de que não irei ler todos os livros que gostaria. Não há vida e nem tempo o bastante para isso.

Eu me contento em ler a minha lista particular. No entanto, durante uma conversa com uma amiga-leitora há alguns anos… ela falou com tanta paixão do livro: ‘a sociedade literária e a torta de casca de batata” de Mary Anne Shaffer e Annie Barrows que eu tomei nota e providenciei o exemplar. Que leitura, senhores…

Bem, por hoje é só pessoal… até a próxima aventura literária!

b.e.d.a — blog every day august — um desafio que surgiu para agitar os dias
de abril e agosto nos blogues e comemorar o Blog Day

Alê Helga – Mariana Gouveia – Mãe Literatura 
Obdulio Nuñes Ortega – Vanessa

Publicado por Lunna Guedes

Sou sagitariana... degustadora de café. Figura canina e uma típica observadora de pássaros, paisagens, pessoas e lugares. Paciência é algo que me falta desde a infância. Mas sobra sarcasmos para todas as coisas da vida que fazem mais barulhos que cigarras nos troncos das árvores. Aprecio o silêncio e falas cheias, escreve-se em prosa por apreciar a escrita em linha reta. Tenho fases como a lua... sendo a minguante a minha preferida!

9 comentários em “8 curiosidades sobre o meu mundo literário…

  1. Adorei as suas respostas. Achei corajoso dizer o que gosta e não gosta.
    Eu nunca li Ulisses, nem mesmo tentei. Mas li Orlando e adorei.

    beijkas

  2. Dica anotada queridissima Lu,
    Li no ano passado o livro de Sam Shepard e você tem razão, não é nada fácil retornar desse livro.

    é sempre um prazer ler-te, Lunna

  3. Eu comecei a ler o senhor verdinho, mas não funcionou comigo. Nem o nome dos personagens eu sei. Já conversamos a respeito. E eu tenho um problemão: os autores da Scenarium que você me apresenta. Adoro Mariana Gouveia e Adriana Aneli. Li todos. AMo amor expresso, o meu favorito e estou encantada com Colcha de Retalhos.
    Uma coisa que eu amo nos livros que você lança, é que cada um tem algo que mexe comigo, até os que você chama de não-livros, eu adoro, principalmente Meus naufrágios e o Vermelho por dentro.
    Pronto, ja estou fazendo listinha

    bisous

    1. eu quero essa Lua Nova pra mim… pronto! Falei… amanhã eu retorno sóbria porque me embriaguei aqui…

  4. Adorei esse post, Catarina.
    Fiquei com vontade de responder algumas dessas perguntas.
    E já anotei aqui a sua indicação.

    bj

  5. Como você também não me simpatizo com indicações literárias e pior ainda quando tem aquelas pessoas insistentes nos arredores. rsrsrs

    🙂

  6. Meu vermelho por dentro chegou hoje, Lu e eu já preparei uma xícara enorme de café para ler. Antes vim aqui ver o que Catarina escreveu e dou de cara com essa lista deliciosa de livros lidos e aqueles que você não irá ler ou descartou.
    Ulisses? Esse é famoso por não agradar leitores, mas são muitos os que afirmam terem lidos apenas para dizer que leu um clássico. Eu não faço isso não. Nunca fiz. Não li porque nunca me interessou.
    Mas sou fã de Virginia Woolf e ficou muito feliz por ter lhe presenteado com um dos seus livros favoritos: noite e dia.

    Beijão minha amiga

Pronto para o diálogo? Eu estou (sempre)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: