Aconteceu agosto… de novo!

Agosto não passa e invade outros meses…
setembro, avançando por outubro
e alcançando novembro.
Caio Fernando Abreu

Antigamente eu arrancava a folha do calendário e a amassava para ouvir o som do papel deformando sob o efeito de um gesto-rude-meu. Mas, faz tempo que não uso calendário, nem folhinhas. Apenas os dias da agenda, seguindo o curso de dias-semanas-meses.

Uma coisa me intriga: eu  não sei dizer o que aconteceu com o mês de agosto… Era um dos meus preferidos. Dias mais lentos-inteiros-preguiçosos. Um caminhar agradável pelos lugares dourados de sol. Eu conseguia contar um a um os seus dias… E o final do mês era uma espécie de ano novo, cheirando a caixa de lápis de cor e cadernos novos…

Gostava imenso da sensação que ficava na superfície da pele. Nos primeiros dias, de volta a casa, eu sentia falta do som do carrilhão cantarolando as primeiras horas da manhã. Da mesa posta para o café da manhã, na cozinha, com a porta aberta para aquele mundo que era tão nosso durante o verão. Das conversas de fim de noite, entrecortadas por risos contidos por travesseiros… para não nos denunciar. Adormecíamos no meio das frases — ditas de maneira mecânica, sem certezas.

Hoje eu sei que muitas de minhas histórias começaram a surgir dentro daqueles dias de agosto. Mas, isso foi ontem porque o que tenho aqui me causa uma estranha sensação indecifrável. Não sei se o que sinto é desconforto ou cansaço. Os dias parecem amarrados no passo que não percorrem calçadas irregulares, ruas de asfalto ou esquinas com árvores estrangeiras.

Tudo está diferente! A começar pela escrita que durante o verão da minha infância ficava para depois. Agora é um exercitar diário… porque temos o B.E.D.A.

Agosto [entre tantas coisas] é o mês do B.E.B.A
e eu terei companhia nessa aventura diária:
Mariana GouveiaObdúlio Nunes Ortega – Suzana Martins
Darlene Regina – Mãe LiteraturaAlê Helga

Publicado por Lunna Guedes

Sou sagitariana... degustadora de café. Figura canina e uma típica observadora de pássaros, paisagens, pessoas e lugares. Paciência é algo que me falta desde a infância. Mas sobra sarcasmos para todas as coisas da vida que fazem mais barulhos que cigarras nos troncos das árvores. Aprecio o silêncio e falas cheias, escreve-se em prosa por apreciar a escrita em linha reta. Tenho fases como a lua... sendo a minguante a minha preferida!

8 comentários em “Aconteceu agosto… de novo!

  1. Sempre tive certa antipatia pelo mês de Agosto e sua falta de feriados hehehe mas nunca cheguei a acreditar que fosse um mês “do desgosto”.

    E vamos de BEDA!

Pronto para o diálogo? Eu estou (sempre)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: