A casa de Alice


Percorria a Avenida Sumaré com os ouvidos ocupados com as músicas de Lèon e a mente a tecer as linhas de meu romance Alice (uma voz nas pedras) quando avistei essa casa, que um dia foi de alguém…

Observei o portão de ferro, a tranca, os degraus, as paredes fragéis, a pixação, a janela… Tudo em situação precárias, prestes a virar ruínas…


Desde a infância que tenho fascínio por casas velhas, abandonadas, em ruínas…

São personagens e contam histórias… essa casa (que a essa altura não deve mais existir) me ajudou a narrar a vida de Alice…


Agosto [entre tantas coisas] é o mês do B.E.B.A
e eu terei companhia nessa aventura diária:
Mariana Gouveia – Obdúlio Nunes Ortega – Suzana Martins
Darlene Regina – Mãe Literatura – Alê Helga – Roseli Pedroso

Publicado por Lunna Guedes

Sou sagitariana... degustadora de café. Figura canina e uma típica observadora de pássaros, paisagens, pessoas e lugares. Paciência é algo que me falta desde a infância. Mas sobra sarcasmos para todas as coisas da vida que fazem mais barulhos que cigarras nos troncos das árvores. Aprecio o silêncio e falas cheias, escreve-se em prosa por apreciar a escrita em linha reta. Tenho fases como a lua... sendo a minguante a minha preferida!

2 comentários em “A casa de Alice

Pronto para o diálogo? Eu estou (sempre)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: