17 — Uma porta que se abre em outro lugar

Caríssima M., Manhã de domingo indecisa entre nuvens e sol e ventos e o canto dos pássaros nas árvores da Alameda. Há previsão de tempestade no decorrer das horas. Mas, as nuvens no céu dizem contrários. Fui à feira pouco depois da terceira hora cheia… para fugir do sol quente. E ao avançar pelas ruasContinuar lendo “17 — Uma porta que se abre em outro lugar”

NaNoWriMo 2021

Eu não me lembro da primeira vez em que ouvi falar do NaNoWriMo — National Novel Writing Month — um desafio criado pela ONG Office of Letters and Light, em 1999 e renomeado em 2013 apara NaNoWriMo. Mas uma coisa eu sei, queria que tivesse acontecido antes… Pode até parecer assustador participar de um desafioContinuar lendo “NaNoWriMo 2021”

Um recorte antigo

Fotografei essa janela em uma manhã nublada em que peguei a câmera e saí para caminhar. Eu morava no Alto da Lapa — um bairro grudado em outros tantos bairros-vilas… coisa bastante comum. Eu tinha algumas trilhas que gostava de percorrer por lá. Uma delas me levava até a Biblioteca Cecília Meireles e seus arredoresContinuar lendo “Um recorte antigo”

tinha outra janela no meio do caminho

Nos primeiros anos em São Paulo… eu saia com uma câmera a tiracolo e, quando algo chamava a minha atenção, disparava o clique… Foram centenas de registros. Naqueles dias, eu precisava esperar alguns dias pelo resultado. Completar os rolos de filmes… removê-los da câmera e levá-los a um dos espaços para revelá-los. Lembro-me da surpresaContinuar lendo “tinha outra janela no meio do caminho”

uma velha casa no bairro

A primeira vez em que esbarrei nessa construção antiga foi num fim de tarde… eu gosto imenso de sair para caminhar para dar movimento aos meus pensamentos — o que permite escrever no ar, nas paredes do corpo… pontuando melhor as minhas futuras-frases. Essa casinha sobrevivente é uma das minhas paisagens favoritas… e não façoContinuar lendo “uma velha casa no bairro”

Theatro Municipal de São Paulo 

Um dos mais importantes Theatros do país foi construído porque o outro teatro da cidade — o São José — foi totalmente destruído por um incêndio, no ano de 1898.  O projeto ficou nas mãos do ilustre Ramos de Azevedo e dos italianos Cláudio e Domiziano Rossi. A construção teve início em 1903 e durou 8Continuar lendo “Theatro Municipal de São Paulo “

A matéria da qual sou feita!

Foi na infância que desenvolvi a paixão pela primeira vez…O primeiro brinquedo: um tabuleiro de xadrez, feito pelo nonno — inclusive as peças que adorava movimentar durante nossos jogos intermináveis. O primeiro caderno — que me deixou muda-imóvel durante dias… com o cuore acelerado e os olhos cheios. Demorei a escrever naquelas linhas, mas depois que comecei, foiContinuar lendo “A matéria da qual sou feita!”

Casarão na Bela Vista

Quem me conhece sabe do enorme apreço que tenho por casarões antigos e quando os descubro no meio do passo… Empaco! Gasto um bom par de minutos a observar os detalhes que saltam para dentro dos meus olhos. Esse — da fotografia — eu descobri durante as minhas andanças pelo velho bairro da Bela Vista —Continuar lendo “Casarão na Bela Vista”

Violência contra a mulher

Uma das coisas que me fascina e encanta no universo da escrita é a pesquisa… que é um abrir de portas para muitas realidades paralelas. Eu tinha um tema e precisa explorá-lo a exaustão até ser capaz de responder as muitas mil perguntas que surgiriam durante o processo. Ao escrever Alice, uma voz nas pedras…Continuar lendo “Violência contra a mulher”