Aconteceu agosto… de novo!

Agosto não passa e invade outros meses…setembro, avançando por outubroe alcançando novembro. Caio Fernando Abreu Antigamente eu arrancava a folha do calendário e a amassava para ouvir o som do papel deformando sob o efeito de um gesto-rude-meu. Mas, faz tempo que não uso calendário, nem folhinhas. Apenas os dias da agenda, seguindo o cursoContinuar lendo “Aconteceu agosto… de novo!”

Blog day

E chegamos ao fim de mais um Agosto! Ontem, enquanto assistia as notícias esportivas… ouvi o apresentador dizer: está chegando ao fim mais um agosto interminável. Eu respirei fundo e observei os dias passados por mim, os textos escritos-reescritos, as viagens, os dilemas, as soluções (algumas improváveis) e os desencontros. Foi tudo tão rápido-ligeiro… queContinuar lendo “Blog day”

mais um agosto… seguinte ao seu!

Escrevo nesse agosto… seguinte ao seu! E deixei — propositalmente e sei que entenderá — para fazê-lo no dia seguinte a sua aterrissagem. Você chegou cansada… e levou um tremendo susto com tudo que descobriu a sua volta. A pele foi invadida por uma sensação de primeira vez… como se nunca tivesse passado por aqueleContinuar lendo “mais um agosto… seguinte ao seu!”

A… gosto!

Há tempos que não tenho um calendário por perto. A agenda do Google me posiciona/atualiza. Mas não aponta os dias em um pedaço de papel com aqueles números coloridos, capitaneados por um nome. A agenda de papel — artesanal e exclusiva — oferece esse Norte, mas como de costume, escapo dos dias-semanas-meses ao avançar eContinuar lendo “A… gosto!”

01 | A… gosto de Kairos!

Agosto está por aqui… de novo! E eu gastei um par de horas nubladas a pensar os meses acumulados até aqui. Tudo que eu consegui foi pensar em uma pilha de roupas por dobrar. Daquelas que a gente deixa acumular e entrega ao depois — esse tempo impossível — a tarefa.E como roupas não seContinuar lendo “01 | A… gosto de Kairos!”

A… gosto da pessoa que sou!

Agosto aconteceu no calendário dos homens e nessa soma insana de dias + meses + ano, chegamos a esse estranho resultado onde um + uns… é igual a oito. Deram a largada do ano lá em janeiro e cá estamos… a poucos metros do fim. Daqui a pouco tem ho ho ho (h.e.l.p) e toda aquela insanaContinuar lendo “A… gosto da pessoa que sou!”