14 — Caindo de si em si mesmo…

Amore mio, …aconteceu novembro em mim, há pouco, enquanto observava a paisagem ensolarada, a rua com seus movimentos de carros-cães-pessoas… Às vezes, parece que o tempo para e a vida não se atreve a sair do lugar… permanece imóvel, como se aguardasse algo a acontecer… um estalo, um estouro — talvez. Eu e o calendárioContinuar lendo “14 — Caindo de si em si mesmo…”