O que ando a ler | Contra a interpretação

. Um dos primeiros espaços urbanos que visitei ao chegar a São Paulo, em meados de dois mil e dois foi um Sebo… gosto de navegar entre prateleiras cheias, pilhas e mais pilhas de livros. Esses espaços possuem estruturas curiosas que desafiam a gravidade. E foi em um Sebo que garimpei o livro que estouContinuar lendo “O que ando a ler | Contra a interpretação”