Reticências

Reticências foi o meu primeiro projeto de livro-diário e não foi nada fácil alinhavá-lo. Comprei um caderno novo numa papelaria qualquer da cidade e tentei deitar palavras ali. Falhei mi.se.ra.vel.men.te. Tempos depois, optei por folhas avulsas, imitando a poeta estadunidense Emily Dickinson, numa tentativa de escrever a minha versão de: “essa é a minha cartaContinuar lendo “Reticências”