Aos cuidados de novembro…

Em face de outros mil disfarcesque o tempo reassume a cada passo,pode pensar-se em todas essas mãosque emergem como sombras embaçadasem milhares de quartos mobiliados. T.S.Eliot – pág. 79 Ah, meu caro Novembro, você aconteceu de repente, dessa vez, no meio da madrugada!… Eu não vi as tuas nuvens chegarem. Estava distraída com os meusContinuar lendo “Aos cuidados de novembro…”