Detalhes de uma escrita ficcional

. “Não tenho certeza de nada, a não ser da santidade dos afetos do coração e da verdade da imaginação…” — John Keats — . Vez ou outra… alguém me pergunta: como surgem os meus textos! Confesso que, nas primeiras vezes, eu pensava na teoria da geração espontânea — que caiu por terra há anosContinuar lendo “Detalhes de uma escrita ficcional”