25 | a epidemia de solidão…

É preciso compreender a solidão  Charles Baudelaire Gosto imenso de ler notícias velhas e depois do advento da pandemia, tornou-se um vício, como beber pesados goles de café… pela manhã. E ao praticar o meu hábito nesse dia de abril, li uma nota que passou despercebida à época. A premiê britânica, Theresa May havia nomeado aContinuar lendo “25 | a epidemia de solidão…”

19 — A poesia é algo que acontece na alma quando uma palavra faz o corpo tremer

Caríssima Mariana, Na tarde de ontem… ao ler Rubem Alves e sua escrita amena e certeira, recordei seus envelopes vermelhos e fui revirar meus baús para reencontrá-la e passar alguns minutos desse janeiro recém chegado na tua companhia. Rubem que escrevia como se estivesse sentado à mesa da cozinha, a esperar pela xícara de caféContinuar lendo “19 — A poesia é algo que acontece na alma quando uma palavra faz o corpo tremer”