Ninguém sabe nada dos mundos que habita….

Há um tinir de louças de café Nas cozinhas que os porões abrigam, E ao longo das pisoteadas bordas da rua Penso nas almas úmidas das domésticas Brotando melancólicas nos portões das áreas de serviço. T.S.Eliot Eu não sou o tipo de pessoa que se preocupa com a idade. Cheguei aos Quarenta anos, no anoContinuar lendo “Ninguém sabe nada dos mundos que habita….”