6 on 6 | Miudezas

Gosto imenso de algumas palavras que são pequenos goles de tudo… Com aroma, cor e textura. Não precisa caber numa frase. Bastam-se… Sozinhas e se acomodam entre os lábios umedecidos pela língua em movimento de consoantes e vogais. Eu que não sou fã de listas… tenho uma apenas com minhas palavras preferidas. Farfalla é aContinuar lendo “6 on 6 | Miudezas”

6 on 6 | Resquícios

Gosto da palavra e do som que ecoa por dentro quando pronuncio a palavra: resquícios. Respiro fundo e sinto o vento revirar tudo do lado de dentro. Aquece-me como se o meu corpo fosse uma acha sempre acesa. Penso em xícara de chá-café entre as mãos e em folhas de papel esquecidas em cima daContinuar lendo “6 on 6 | Resquícios”

6 on 6  |  Last Six Months

Eu não sou do tipo que faz retrospectivas dos melhores-piores momentos do ano… Tampouco gosto de fazer listas (livros lidos, filmes assistidos e por aí vai) que se multiplicam por aí em dezembro. Eu digo com alguma frequencia que fiz o que foi possível fazer… Mas, eu gostei da idéia para o último 6 ONContinuar lendo “6 on 6  |  Last Six Months”

06 ON 06 | meus rituais

Eu sou toda-rituais… desde a infância em que os dias da semana eram pautados por afazeres peculiares a família da casa 141. Todas as coisas tinham o seu devido lugar. Terça dos livros… Quintas e domingos para fazer bolo e as manhãs de sábado pertenciam aos diários, folhas avulsas, envolpes. Nem mesmo o ínicio daContinuar lendo 06 ON 06 | meus rituais

6 ON 6  | MISS you

Ela me disse, num sem fôlego, ao escrever-me de seu canto de mundo-vida… acho a palavra carta tão ordinária. E eu lhe respondi dias depois em meio a um sorriso cheio… “prefiro missiva porque tem cor-som-aroma — todos os ingredientes necessários para estimular o meu imaginário… Por se parecer com um pombo (treinado e adestradoContinuar lendo 6 ON 6  | MISS you

6 ON 6  | Espaços em branco…

Desde a infância que eu adoro espaços em branco… a folha primeira do caderno, o bloco de notas ou a tela do Word com o seu cursor a piscar possiblidades. Nunca soube usar a expressão “deu branco”. O vazio mental não é algo que acontece em mim… Vez ou outra, o olhar trava em algumaContinuar lendo 6 ON 6  | Espaços em branco…

6 on 6  |  A… gosto da persona que escreve enquanto passeia calçadas!

Eu demorei a compreender o ritmo dos meus passos e a necessidade de movimento por calçadas. Sentir o lugar. Admirar a paisagem. Aprender os caminhos. Eu saia para as ruas e dificilmente repetia o traçado. Ou virava uma esquina antes ou uma depois. Seguia em linha reta e, de repente, a bússola do meu corpoContinuar lendo “6 on 6  |  A… gosto da persona que escreve enquanto passeia calçadas!”

 6 on 6 | Meu quintal

Eu não sou o tipo de pessoa que fotografa plantas e árvores. Meu olhar vasculha a geografia urbana em busca de alicerces humanos: prédios, casas e um sem-fim de construções erráticas. E, como resido em um bairro sob o efeito perverso dos investimentos imobiliários, tenho feito registro de casas que evaporam de um dia paraContinuar lendo ” 6 on 6 | Meu quintal”

6 ON 6   | 3 x 4

Quando escolhi o tema para esse 6 ON 6 tinha encontrado uma das minhas poucas fotos 3 x 4 que guardo comigo e que foi retirada no Campus de Coimbra para o cartão de estudante da UC… na hora do clique, uma viagem pelo meu passado. Eu tinha outros documentos de identificação: um para meContinuar lendo “6 ON 6   | 3 x 4”

6 on 6 | Crepúsculo

Desde a infância que tenho paixão pela hora do crepúsculo… não me lembro o exato instante em que ao olhar pela janela percebi qualquer coisa de pausa na realidade das coisas humanas. Mas a sensação nunca se perdeu-esvaziou — segue em meus poros. Estiquei o olhar lá para fora e percebi que havia um exatoContinuar lendo “6 on 6 | Crepúsculo”