Página inicial

Lunna Guedes

“Eu acho que fiz muito bem, considerando que eu comecei com
o nada e mais um monte de papel em branco”. Steve Martin

Seja bem vindo…

Ca.ta.ri.na é uma personagem-mulher — um alter ego — a quem recorro para escrever na primeira pessoa do singular, dentro da noite. É a comandante desse barco-nau, que sou —  sempre em busca de tempestade. A pessoa que vive do lado de dentro e diz em voz alta para sentir o eco da própria voz a reverberar nas paredes do corpo: todos a bordo.

Alice

…é apenas mais uma vítima de uma sociedade machista, onde homens se sentem a vontade para ditar rumos e impor destinos às mulheres. A personagem principal do terceiro romance de Lunna Guedes é apenas mais uma menina sonhadora que desejava encontrar um par, ser feliz e que acabou nas mãos de mais um homem.


O destino tem sua mão, mas ele não é a mão.

PATTI SMITH, EM DEVOÇÃO


Vermelho por Dentro

É uma história de mulheres que são mães-filhas-amigas e que buscam um lugar para si num mundo de homens feito para homens. É Eva-Deborah-Claúdia-Anne-Susan e tantas outras que vão forjando o traço desse mapa de vivências, que se entrelaçam para a partir do que cada uma alimenta: esse Vermelho por dentro…

Leia as postagens mais recentes

Como escrever um romance

Quando decidi escrever lua de papel — meu primeiro romance — eu não tinha muita coisa. Uma parte de mim estava atordoada com a possibilidade que não era inédita. Eu havia escrito algumas histórias… sem compromisso algum com o universo literário. Era apenas uma pessoa-comum— que não tinha a menor intenção em ser escritora, masContinuar lendo “Como escrever um romance”

Ana Luísa Amaral

Lua de Papel e eu cantasse o amor sem resultado ou causa,seria mais sensata: chegava-me uma lua de papel,um par de braços lisos, conformados Se eu cantasse o amor sem causa ou resultado,tinha muito mais paz: fingida em luas-cheias,seria mais sensata e decerto poeta bem melhor Assim o que me resta é lua cheia aContinuar lendo “Ana Luísa Amaral”

COMPRE OS MEUS LIVROS

Cada edição de Catarina Zine é um universo diferente. Começa com PRIMEIRA PESSOA que explica quem é a personagem… que voltou a escrever…
A idéia é que as narrativas comecem e terminem dentro da edição. Mas nunca se sabe, de repente, vira expedição. Uma viagem ao redor de si.

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada